Traduzir para aprender é possível?

O aprendizado de uma língua estrangeira sempre suscita muitas questões tanto por parte dos alunos quanto dos professores. O uso da tradução, por exemplo, é tem que faz com que a maioria dos professores torça o nariz, já que é visto como um método antiquado de estudo e até pouco desafiador para o aprendiz. Mas será que precisamos mesmo abandonar a línga materna (chamada L1) para que o aprendizado da língua estrangeira (L2) - especificamente o inglês aqui na Lumos - seja eficaz?


Vamos por partes.


De fato, traduzir não é sinônimo de aprender. O preferencial, e é o que é praxe aqui na Lumos, é que não seja usada a L1 em aula, já que a L2 é o alvo e pode ser ajudada por exemplos e associações sem o apoio da L1. Entretanto, o uso da L1 se vê necessário em casos específicos, sim, como na compreensão de expressões idiomáticas, na compreensão de palavras que podem ser dúbias ou ambíguas em determinados contextos, mas, acima de tudo, a L1 muitas vezes se faz necessária para deixar o aluno inciante confortável no processo.


Sim, caro leitor e cara leitora, se você já sentiu frio na barriga na hora de ir para a aula de inglês você provavelmente faz parte de uns 99% de alunos que ficou (ou ainda fica) ansioso/ nervoso/ desconfortável na hora de ter que se comunicar de outra maneira que não na sua língua-mãe, não é? Isso é normal! É por isso que a Lumos acredita que o processo deve ser o menos doloroso possível, o mais prazeroso possível e o professor deve conduzir o aluno de forma tranquila no trajeto.


você vai pensar em português, sim! Assim como um russo vai pensar em russo, um libanês em árabe e um chinês em mandarím, oras!

"Ah, mas eu não quero pensar em português!"


Você pensa de forma associativa, e você vai pensar em português, sim! Assim como um russo vai pensar em russo, um libanês em árabe e um chinês em mandarím, oras! O que o aprendizado de L2 vai proporcionar ao aluno é um clique associativo mais rápido na cabeça do aluno, passando da L1 para L2 de forma tão rápida que se torna quase imperceptível! Esse é o grande diferencial! E quanto mais alto for o nível do aluno, mas rápido vai ser esse clique, menos dependente o aluno vai ser da sua L1.


A Lumos Soluções Linguísticas se orgulha de dominar diversos métodos de ensino. É por isso que dizemos que nosso ensino é personalizado, ou seja, nos preocupamos em analisar as especificidades de cada estudante, as demandas de cada perfil de aluno, bem como seu ritmo de aquisição de linguagem, que é sempre respeitado.



7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo